JAMES MOO PINE


Bólo um baseado enquanto vejo o dia pensar em amanhecer pela janela, mais uma tentativa provavelmente frustrada de algo que me faça dormir. Já fazem 2 noites, a madrugada sempre me inspira e não consigo mais dormir depois da meia-noite. Pulo no meu carro ouvindo um groove pesado de uns amigos "Slow Foda", deslizo até o centro da cidade em busca de algo que ocupe minha cabeça, do que me faz não conseguir domir. atravesso os faróis a 120km/h, pressa não sei exatamente porque. As ruas vazias tavez me dão essa sensação de liberdade. Encosto meu carro na frente de um bar com neons na frente idicando um show de strip-tease e cerveja barata de garrafa. Aposto minhas ultimas fichas entro no bar e uma musica country começa a tocar na Juke Box. A cena de um filme B do corujão esta montada, a trilha, uma mulher de lindas pernas, peruca e minissaia cruza meu caminho com uma bandeja de drink´s e me dá uma piscadela, indo em direção a uma mesa de barrigudos engravatados... todos os tipos... sento no balcão e peço um cowboy 8 anos. Não faço muita idéia do que estou fazedo ali, não espero que aconteça nada, e nada realmente acontece. espero a luz da manhã invadir as frestas da porta, compro mais um maço de cigarro, mando embrulhar duas garrafas de cerveja pra viagem, e volto pro meu carro em direção a minha casa com a estranha e boa sensação de satisfação, de dever cumprido comigo mesmo... como se tivesse acabado de receber a melhor proposta de trabalho, ou alguma noticia boa que mudaria minha vida, um sorriso no canto da boca, ea penultima garrafa de cerveja entre minhas pernas. Porque afinal eu precisava daquilo pra deitar cansado na minha cama e desmaiar até as 3 hrs da tarde? Não queria ninguem, amigos, mulheres, queria sentir essa sensação ao amanhecer pra poder dormir em paz, com minha liberdade estabelecida, ali eu era o dono da minha situação, ali eu dominava minhas agustias, ali eu tava em paz comigo!!
[ ver mensagens anteriores ]