Quem vive de arte??
Quem vive de arte??

Voltei depois de algum tempo sem escrever, não tava muito afin de escrever.

Vou escrever sobre meu velho, que era um cara do caralho.

Quem vive de arte???

Meu pai viveu com 5 mulekes debaixo do braço uma mulher do lado,
em alto de Pinheiros, bebendo vinho quase todo dia, sem as vezes pão
pro dia seguinte pro café da manhã. Mas como ele ria, como ele ria pra essa merda toda.


Meu pai ainda ensina a gente aqui, a viver da melhor forma possivel, ainda ensina
agente a amar essa vida que muitas vezes nos puxa pra reflexões deprimentes.
O velho ainda filosofava rindo sobre nossas tragédias pessoais.


Meu velho era muito bom, eu fiz minha escolha pra essa vida, ele ainda nos ensina a sentir
tesão em cima do palco, mesmo sem ele ta aqui pra aplaudir.

Como é dificil sentir a boca seca do vinho sem a alegria dele na minha frente, falando
de qualquer coisa, mas com um interesse por tudo. Até pela nova rolha de silicone, heheheh

O que isso tem de interessante? A vida é interesante o pequeno momento de poder parar
um segundo do seu dia, pra beber um vinho e falar de uma pequena rolha de silicone é interessante.


Sinto falta do meu velho, mas precisavam dessa alegria, dessa cor lá em cima, da paisagem Prata&Preto.


Obrigado meu velho, eu ainda aprendo contigo a sentir tesão pela vida!!


Thiago Filho Pinheiro
[ ver mensagens anteriores ]